Está aqui

Compare as empresas de eletricidade de 2016

call lojaluz

Dá a tua opinião: 
Seja o primeiro a avaliar
Compare empresas eletricidade 2016

O ano de 2016 promete ser aquecido no setor elétrico. Com mais de dez empresas oferecendo seus serviços aos clientes portugueses, o mercado livre da luz mostra cada vez mais sua força.

Com isso, é muito importante realizar algumas gestões para que sua empresa ou morada, possa ter um fornecimento com qualidade e pagando pouco. A Lojaluz conta com uma equipa completa de profissionais altamente qualificados e preparados para auxiliar com qualquer dúvida que tenha, seja da luz elétrica ou do gás natural. Não hesite e entre em contato connosco hoje mesmo.

O mercado livre em 2016

Quando completa 10 anos, o mercado livre, em 2016, já ultrapassa a faixa de 70% dos lares portugueses. Atualmente, mais de 4 milhões de moradas contam com contratos realizados pelas empresas participantes do mercado livre.

O mercado regulado, controlado pela EDP Serviço Universal, será extinto no final de 2017, mas qualquer cliente pode e deve migrar ao mercado livre o quanto antes.

Veja algumas vantagens que existem no novo sistema liberalizado:

  1. Mais opções: no mercado livre, tem mais opções de fornecedores e de tarifas de luz. Desta forma, são muitas as opções de serviço contratado, e fica mais fácil para o cliente encontrar uma que lhe agrade.
  2. Dinamismo: o mercado livre é mais dinâmico, nele podem sempre aparecer tarifas e descontos melhores.
  3. Liberdade: o cliente é livre para mudar de companhia de luz elétrica quando quiser! E este processo é gratuito.
  4. Preços: graças à concorrência do mercado livre, o cliente pode poupar na fatura de luz com os preços mais baixos.

Como ligar meu imóvel à rede elétrica?

Em primeiro lugar, o cliente deve conhecer se onde quer ter o fornecimento eléctrico existe ou não a possibilidade de tê-lo. Isto é, saber se a instalação eléctrica está feita ou se precisa de alguma reparação ou reforço no ramal. A possibilidade de ter o fornecimento de luz depende da instalação eléctrica.

Após esta verificação, o cliente deverá solicitar a ficha técnica da instalação à EDP Distribuição, em caso de não a ter.

As empresas presentes no mercado livre

Como mencionado anteriormente, já são mais de 10 empresas que atuam no mercado doméstico português e esse número tende a crescer cada vez mais. Novas empresas como AUDAX, LUZBOA e YLCE vêm ganhando muito espaço no mercado, não apenas por seus preços competitivos, mas também por outros fatores que explicaremos no próximo tópico.

Veja uma lista das principais empresas fornecedoras de luz em Portugal:

  1. Iberdrola
  2. EDP Comercial
  3. Galp Energia
  4. ENAT
  5. Goldenergy
  6. YLCE
  7. AUDAX
  8. LUZBOA
  9. Energia Simples
  10. Endesa

Fatores importantes para comparar as empresas

Alguns pontos são tão importantes como o financeiro e devem ser levados em consideração na hora da contratação de uma empresa de luz. A Lojaluz separou alguns desses fatores para que cada cliente tenha consciência que, fazendo a certa comparação, pode evitar futuras dores de cabeça. Confira:

  • A transparência do serviço
  • A qualidade do atendimento aos clientes
  • A disposição colaboradora da companhia
  • A variedade de tarifas elétricas
  • A adaptação ao cliente do fornecimento
  • A facilidade de gestão da eletricidade

Compare as tarifas de cada empresa

Talvez a ferramenta mais importante que o cliente tem no mercado livre, a possibilidade de comparar as empresas e suas respectivas tarifas de luz faz com que o mercado se mantenha vivo e seja mais leal, já que todas os preços e tarifas são controlados pela ERSE - Entidade Reguladora ds Serviços Energéticos - e têm a devida fiscalização para que se possa, cada vez mais, atrair mais empresas para o setor.

A Lojaluz preparou uma comparação entre as principais empresas e suas respectivas tarifas, todas elas com as mesmas características, que, nesse caso é de 10,35 kVA de potência contratada, o que é suficiente para manter uma casa com entre quatro e seis habitantes ou pequenos negócios como lojas e escritórios. Veja:

Entenda mais sobre as tensões e potências

Para poder contratar uma tarifa de uma específica empresa, é necessário saber quais são as características desse imóvel - quantidade de habitantes, número de aparelhos eletrónicos e rotina de uso - para, então firmar um contrato.

Veja as principais potências e tensões elétricas do mercado:

Baixa Tensão: Potências contratadas iguais ou inferiores a 45 kVA e potência mínima contratada de 1,15 kVA. Este tipo é aconselhável para clientes residenciais, lojas, escritórios e pequenas empresas. BTN (Baixa Tensão Normal para potências <41.4 kVA) e BTE (Baixa Tensão Especial para potências entre 41.4 kVA e 45 kVA).

Média Tensão: tensão entre fases cujo valor eficaz é superior a 1kV e igual ou inferior a 45kV. Estas potências são específicas para indústrias.

Alta Tensão: Tensão entre fases cujo valor eficaz é superior a 45KW e igual ou inferior a 110KW e a potência contratada é igual ou superior a 6MW. O uso desta potência destina-se à indústria siderúrgica, grandes hospitais, indústria da celulose, indústria de plásticos, indústria de adubos, serviços energéticos, etc.

Dez dicas para poupar na luz do seu imóvel

Por fim, depois das devidas comparações e contratações, é hora fazer a sua parte. Para isso, a Lojaluz listou algumas dicas importantes que, com certeza, farão a diferença na sua fatura de luz. Confira:

  1. Trocar lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes. Apesar das lâmpadas fluorescentes serem mais caras, elas consomem muito menos electricidade, e em pouco tempo fazem valer a pena.
  2. Regule a temperatura do frigorífico no inverno, ajustando o termostato para evitar desperdício de energia.
  3. Não forre as prateleiras do frigorífico para não exigir esforço redobrado do eletrodoméstico.
  4. Quando viajar, desligue a chave geral da casa para não gastar energia com coisas desnecessárias.
  5. Máquina de lavar roupa e ferro de passar consomem bastante energia. Portanto, tente usá-los quando houver bastante roupa acumulada para realizar o trabalho de uma única vez.
  6. Não deixe a luz acesa desnecessariamente.
  7. Sempre que possível, dê preferência ao micro-ondas em vez do forno ou fogão.
  8. Decida o que vai pegar antes de abrir a porta do frigorífico.
  9. Substitua equipamentos eléctricos antigos por equipamentos novos mais eficientes (classe A, A+, ou A++).
  10. Evite deixar aparelhos eletrónicos em stand-by. Apesar de desligados, esse modo pode representar um gasto mensal de até 12%.