Está aqui

Consumo médio familiar

Consumo médio familiar

Os nossos consumos estão diretamente ligados aos nossos costumes diários. Sendo assim, é sempre bom saber quais são os principais motores das nossas faturas de luz.

A Lojaluz auxilia a todos, fazendo com que possamos poupar na fatura de luz o máximo possível. Não perca tempo e comece a gastar menos o quanto antes.

Quais as vantagens do mercado livre?

Desde 2006, o mercado energético de Portugal foi liberalizado, o que significa que qualquer fornecedor pode ser contratado pelo consumidor. Com o mercado livre da luz, não apenas é possível escolher sua companhia de luz, mas, também, fazer diversos trâmites legais que não eram permitidos pelo mercado regulado.

A Lojaluz listou alguns dos aspectos mais importantes da transição entre o mercado regulado e o mercado livre:

  • Livre escolha de companhias
  • Preços mais baixos, especialmente por conta da concorrência
  • Autonomia na hora de selecionar uma tarifa
  • Diferentes tarifas horárias
  • Possibilidade de mudança de titularidade
  • Autorização de mudança de contratos

Qual companhia posso contratar?

No mercado livre não há intervenção entre companhias. Isso significa que o cliente é quem decide qual companhia e tarifa que quer contratar

Uma das principais vantagens do mercado livre é a livre escolha por parte do consumidor. Antes, no mercado regulado, tínhamos um monopólio regularizado e que tinha o poder de comandar todas as operações do mercado.

No mercado livre não há intervenção entre companhias. Isso significa que o cliente é quem decide qual companhia e tarifa que quer contratar. Ou seja, temos a independência na hora de celebrar um novo contrato com a empresa que mais nos agrade.

A lista de empresas a atuar no nosso mercado é a seguinte:

  • Galp Energia
  • EDP Comercial
  • Ylce
  • ENAT
  • Iberdrola
  • Endesa
  • AUDAX
  • LUZBOA
  • Energia Simples
  • Elusa
  • Gas natural Fenosa

Como mudar de empresa de eletricidade

Assim como a potência contratada, também é possível mudar o fornecedor de luz. Com a abertura do mercado, mudar a titularidade, alterar potências e mudar de fornecedor são ações possíveis, diferentemente do mercado regulado, onde apenas uma empresa era detentora de todo o território nacional.

No caso do cliente encontrar uma tarifa mais conveniente para si, é recomendado mudar de companhia de eletricidade. A mudança é gratuita e geralmente demora entre 5 e 7 dias úteis para ser realizada. Basta contactar com a nova companhia que deseja celebrar o novo contrato de luz.

A Lojaluz é especialista em comparações, deixando o cliente ciente de todas as tarifas do mercado e analisando qual é a mais interessante para o cada situação. Contacte-nos e comece a poupar, já!

Abaixo, a Lojaluz dispõe de um vídeo explicativo, mostrando passo a passo como realizar a mudança de companhia de luz:

Qual a melhor tarifa do mercado?

Não existe melhor tarifa. O que, sim, existe, é a tarifa que mais se adapte ao seu consumo diário. É muito comum qu existam casas com iguais consumos e que os gastos sejam totalmente distintos, porque uma tem a tarifa melhor adaptada às rotinas dos moradores.

Assim mesmo, deixaremos, para ter-se uma noção das tarifas do mercado livre, comparando as principais companhias atuantes.

Simulador de despesas

Cada casa possui uma série de aparelhos elétricos, o que significa que cada morada é distinta uma da outra. Mas, é inegável que praticamente todas as casas possuem os mesmos aparelhos básicos, fazendo com que tenhamos um padrão, e que nos faz ter uma ideia de gastos para cada modalidade, como, por exemplo: Solteiros, casais e famílias.

Como forma de orientar os consumidores, a Lojaluz disponibiliza uma simulação para casas de pequeno porte e com até 2 pessoas. A média das despesas seriam:

  • Eletrodomésticos para uma vivenda com 2 pessoas - INVERNO-
  • 2 computadores
  • 1 Televisores
  • 1 Geladeira
  • 1 Lavadora de roupas
  • 1 Secador de cabelo
  • 1 Calefator
  • 1 Microondas
  • 1 Ferro de engomar
  • 1 Forno
  • 6 lâmpadas
Aparelho Potência média (Watt) Consumo médio mensal (kWh)

Iluminação

300

7

Ferro de engomar

1000

5

Secador

500

2

Televisão

200

16

Frigorífico

200

40

Lava-roupa

2500

22

Forno

2000

8

Computador

250

8

Microondas

1000

1

Aquecimento

50-70(w/m2)

10-15(kWh/m2)

Qual a minha potência elétrica?

A potência elétrica contratada varia em cada morada. Há distintas tarifas, habitualmente entre 3,45 e 20,7 kVA, sendo a última usada para empresas de médio porte. Normalmente, em residências, usa-se entre 3,45 e 10,35 kVA.

Recomenda-se alterar a potência - seja para mais ou para menos - de acordo com as necessidades de cada um

A sua potência deve estar associada ao gasto que se tem diariamente, sendo ela a responsável por manter todos os aparelhos funcionando. Uma boa maneira de se ver se a potência contratada é a ideal é ligando todos os aparelhos ao mesmo tempo. Se o interruptor não desligar, é porque a sua potência é suficiente para manter a casa abastecida.

Em muitos casos, a potência contratada é maior do que a necessária, sendo, então, recomendável uma redução da potência contratada. O contrário também é visto, ainda que menos comum. Quando isso acontece, o melhor a se fazer é aumentar a potência contratada, para evitar danos aos aparelhos elétricos.

Tarifas simples ou bi-horária?

A tarifa simples é uma das tarifas mais utilizadas na residências portuguesas, apesar de nem sempre ser a mais rentável. O que facilita nessa opção é o cálculo de consumo, que é sempre igual, não importa a hora de consumo.

Por outro lado, a tarifa bi-horária "divide" o dia em dois ciclos:

As horas de um dia dividem-se em horas de vazio e fora de vazio. Saiba quando deve fazer a maior parte do seu consumo para poupar na eletricidade.

TIPO CICLO

Hora de Vazio

Das 22:00 ás 8:00

Hora fora de Vazio

Das 8:00 ás 22:00

Para se ter uma máxima poupança da fatura de luz, é altamente recomendado fazer uma comparação entre as companhias de luz disponíveis no mercado.

Como posso gastar menos?

Existem várias maneiras de se poupar e algumas delas muito fáceis, no entanto, muitas vezes esquecemos de apagar um aparelho ou uma luz. Isso, ao fim do mês, sim, faz diferença.

Abaixo deixaremos uma lista dos modos mais básicos de se poupar:

  1. Trocar lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes. Apesar das lâmpadas fluorescentes serem mais caras, elas consomem muito menos electricidade, e em pouco tempo fazem valer a pena.
  2. Regule a temperatura do frigorífico no inverno, ajustando o termostato para evitar desperdício de energia.
  3. Não forre as prateleiras do frigorífico para não exigir esforço redobrado do eletrodoméstico.
  4. Quando viajar, desligue a chave geral da casa para não gastar energia com coisas desnecessárias.
  5. Máquina de lavar roupa e ferro de passar consomem bastante energia. Portanto, tente usá-los quando houver bastante roupa acumulada para realizar o trabalho de uma única vez.
  6. Não deixe a luz acesa desnecessariamente.
  7. Sempre que possível, dê preferência ao micro-ondas em vez do forno ou fogão.
  8. Decida o que vai pegar antes de abrir a porta do frigorífico.
  9. Substitua equipamentos eléctricos antigos por equipamentos novos mais eficientes (classe A, A+, ou A++).
  10. Evite deixar aparelhos eletrónicos em stand-by. Apesar de desligados, esse modo pode representar um gasto mensal de até 12%.
Partilhar no Facebook  Partilhar no Twitter  Partilhar no Google Plus