Está aqui

Poupar na troca da titularidade

Poupar troca titularidade

Primeiramente, é fundamental destacar que este processo não tem nenhum custo associado, pelo que, ao efetuar a mudança da titularidade do contrato da luz não vai ter que lidar com nenhuma despesa nesta parte do processo, o que se revela bastante vantajoso, pois além de ser um processo simples e rápido, não representa nenhuma forma de gasto.

Quem deve ser o titular?

É muito importante que o titular do contrato da luz seja a pessoa responsável pelo uso ao fornecimento de luz, deste modo a pessoa a quem a factura é endereçada é também a pessoa encarregue pelo respectivo uso da electricidade. Existem várias razões que o podem levar a querer alterar a titularidade da luz. Por exemplo, em caso de arrendamento, compra ou venda de um imóvel, falecimento do titular, ou até no caso de separação. E, cada um destes casos pode ter uma diferente abordagem no que toca às diferentes poupanças que podem ser obtidas.

Como poupar com a mudança de titularidade?

É possível obter uma maior poupança ao efetuar uma troca do titular da luz. Partindo do princípio que o mercado energético português está liberalizado, o consumidor passa a ter todo um leque de opções, podendo até mudar de comercializador de energia, alcançando assim uma maior poupança mensal ao aderir a uma melhor tarifa. Apesar de estar a alterar de fornecedor de energia, destaca-se a impossibilidade de existir um decréscimo na qualidade do serviço, pois a empresa que trata dessa vertente é a EDP Distribuição, que nunca é alterada em caso algum, pois é a única empresa responsável pela distribuição de energia elétrica em Portugal.

No caso de pretender manter a mesma empresa comercializadora, pode sempre analisar os tipos de tarifas que esta tem para oferecer, e também verificar se a potência contratada corresponde ao que é realmente necessário, existindo a possibilidade de alterar a potência contratada a qualquer momento.

Por outro lado, uma possível poupança, ou por outras palavras, uma maneira de evitar custos no futuro, pode existir no caso de arrendamento de um imóvel, em que ao mudar a titularidade para o nome do inquilino está a assegurar que não irá ter problemas no caso deste não pagar a respectiva conta da luz. Deste modo evitam-se problemas judiciais, eventuais multas ou outras despesas.

Fatores a ter em conta antes de mudar de titular:

O fator mais importante a mencionar é a fidelização nos contratos. Aquando do contacto para proceder a uma alteração de titular, é possível que a empresa em causa tente providenciar um melhor contrato aparentemente melhor em tudo, exceto num ponto: a obrigatoriedade de permanecer vinculado à empresa durante um período de tempo. Esta opção não é recomendada pois vai contra a corrente do mercado livre, onde se pode alterar constantemente de companhia sempre que se verificar que existe a possibilidade de poupar na eletricidade.

Como posso mudar de titular e poupar?

 

Tal como a redução da potência, mudar a titular pode ser realizada com a companhia atual ou mudar para qualquer companhia do mercado livre português que ofereça melhores condições contratuais. Geralmente aconselha-se começar com uma tarifa base que evite qualquer problema com o anterior titular e que seja escolhida pela pessoa que consumirá o fornecimento.

As tarifas de eletricidade estão publicadas, e o cliente poderá escolher aquela que seja mais vantajosa tanto pela parte económica como pelas condições melhoradas. As tarifas simples das companhias têm diferenças nos preços, mas o principal são os descontos aplicados para melhorar a poupança. O cliente pode comparar tarifas eléctricas e encontrar a maior poupança possível.

A qualidade do fornecimento nunca vai mudar seja qual for a comercializadora contratada, porque sempre será a mesma distribuidora.

Partilhar no Facebook  Partilhar no Twitter  Partilhar no Google Plus