Energy Call
Energy Call

Todas as informações de luz e/ou gás!

Os nossos especialistas em energia resolverão todas as suas dúvidas sobre luz e gás. Vamos poupar!

 

(Segunda-Sexta 8h-22h, Sábado 9h-21h, Domingo 10h-19h)

Energia Renovável: recordes na produção em 2016

A produção de energia renovável no mundo bateu o recorde em 2016. E, na União Europeia, Portugal está entre os cinco maiores produtores de energia eólica.

Segundo informações da IRENA, Agência Internacional para as Energias Renováveis, um 23,7% de toda a produção mundial de energia em 2016 vem de fontes de energia limpa; e, destas, um 80% tem origem hidráulica e eólica.

Somente no ano passado, foram construídos 161 gigawatts (GW) de capacidade instalada em novas usinas de energia renovável, o que corresponde a, aproximadamente, 161 usinas nucleares. O maior investimento, em termos de geração de energia, foi nas fotovoltaicas, com uma capacidade total instalada de 71GW, seguida pela eólica (51GW), a hidráulica (30 GW), de biomassa (9 GW) e geotérmica (1 GW).

Até o final de 2016, a capacidade de geração de energias renováveis em todo o mundo era superior ao dobro do valor de dez anos atrás, chegando a um total de 2.066 GW. Estes números devem-se, não só a uma maior consciência mundial quanto à importância de diminuir a produção de energia com base em combustíveis fósseis, mas também graças à redução do preço nas instalações para produção de energia solar e eólica.

energia eólica

Já na União Europeia, segundo o Eurostat (o gabinete de Estatísticas da União Europeia), a energia eólica foi a quarta maior responsável pela produção de energia, entre os países membros, durante 2016. 315 mil GWh foram gerados a partir dos ventos, de um total de 3.1 milhões de GWh produzidos, principalmente, a partir de energias fósseis, seguido pelas nuclear e hidráulica.

A Dinamarca foi a maior geradora de energia eólica entre os Estados membros, com um 43% da sua produção sendo proveniente desta fonte. A ela, seguiram a Lituânia (27%), a Irlanda (21%), Portugal (20%), Espanha (18%) e o Reino Unido (14%).

Com Portugal aparecendo entre os líderes na lista acima, é importante frisar que o país tem crescido muito seu investimento na área das energias renováveis. Segundo a REN, ano passado, 57% do nosso consumo elétrico proveio de fontes limpas. Além disso, vale a pena lembrar que, em maio de 2016, Portugal foi abastecido, durante 107 horas seguidas, apenas pelas chamadas energias verdes.

Atualizado
211 451 219
Quero que me liguem