Está aqui

Contratar eletricidade

Contratar eletricidade

Um novo contrato pode ser feito na internet, ligando à comercializadora ou dirigindo-se a uma loja da mesma. Terá sempre de fornecer dados como o seu número fiscal e a sua morada onde será feito o fornecimento.

Antes de iniciar o processo de contratação de uma comercializadora deverá verificar se tem a luz ligada. Caso já tenha e se exisitir ainda um contrato em vigor nesse local, será solicitado um documento comprovativo da legitimidade para celebrar o novo contrato de eletricidade, como por exemplo, um contrato de arrendamento ou uma escritura de compra. 

Opções de tarifas de luz

Antes de solicitar a ligação de luz à rede elétrica deve ter em atenção que existem várias companhias a operar no mercado da eletricidade e poderá contratar com qualquer uma delas. Estas oferecem diferentes tarifas de eletricidade, elaboradas a pensar nas necessidades dos clientes. Nunca se esqueça que as suas características de consumo são importantes na escolha da melhor tarifa a contratar, ou seja, em função de quanto vai consumir terá de contratar uma potência determinada.

Que potência elétrica devo contratar?

quantos mais equipamentos usar simultaneamente maior será a potência a contratar.

Para escolher a potência mais adequada às suas necessidades pode recorrer à ajuda do simulador do consumo elétrico ou pode pedir o apoio de um colaborador. Para definir a potência de luz a contratar é importante ter em consideração o tipo de iluminação, o número de aparelhos elétricos e a forma de utilização desses equipamentos. além disso deverá ter em consideração que quantos mais equipamentos usar simultaneamente maior será a potência a contratar.

A potência que deverá contratar está diretamente relacionada com os equipamentos elétricos que pretende utilizar em simultâneo. Uma vez que a potência contratada implica custos na sua fatura de energia (taxa de potência), é importante que escolha a potência adequada às suas necessidades.

Para o ajudar a entender melhor qual a potência que deverá contratar em função do número de equipamentos que possui, poderá consultar a seguinte tabela:

Potência

 

Possibilidades de utilização

 

1.15

  • Iluminação
  • Rádio
  • TV

Sem uso simultáneo

>>>

  • Ferro
  • Aquecedor

3.45

  • Iluminação
  • Ferro
  • Secador
  • TV
  • Frigorífico

Sem uso simultáneo

>>>

  • Ar acondicionado
  • Lava louça
  • Forno
  • Lava roupa

6.9

  • Iluminação
  • Ferro
  • Secador
  • TV
  • Microondas
  • Frigorífico

Sem uso simultáneo

>>>

  • Termo acumulador
  • Lava roupa
  • Lava louça
  • Forno
  • Ar acondicionado

10,35

  • Iluminação
  • Ar acondicionado
  • Secador
  • Ferro
  • Ar acondicionado
  • Lava roupa
  • TV
  • Microondas
  • Frigorífico

Sem uso simultáneo

>>>

  • Termo acumulador
  • Lava louça
  • Forno

13,8

  • Iluminação
  • Ar acondicionado
  • Secador
  • Ferro
  • Ar acondicionado
  • Lava roupa
  • TV
  • Microondas
  • Frigorífico
  • Forno

Sem uso simultáneo

>>>

  • Termo acumulador
  • Lava louça

Como posso rescindir o meu contrato de eletricidade?

Se todas as suas faturas estiverem liquidadas, basta preencher um formulário de rescisão de contrato com a comercializadora e escolher outra que encontre mais adequada aos seus interesses. Quando já decidido com que companhia quer contratar o serviço de luz, basta contactar a mesma e solicitar a nova contratação.

Como leio o contador elétrico?

ter em atenção o período horário a que a leitura corresponde

Os contadores elétricos são de leitura fácil. No visor basta ver a informação numérica aí contida que representa os kWh já consumidos.
Alguns contadores mais antigos apresentam uma casa decimal, o algarismo mais à direita separado por uma vírgula ou escrito a vermelho. A casa decimal deve ser ignorada, pois a leitura dos contadores é considerada em números inteiros. Quando o algarismo das unidades está entre dois números deve comunicar o número mais baixo.
Nos contadores com múltiplos registradores deve ter em atenção o período horário a que a leitura corresponde, consultando a chapa de características.

É possível que a fatura de luz seja sempre baseada numa leitura real do contador?

Sim é possível e para isso basta comunicar à comercializadora a leitura do seu contador, evitando a facturação do seu consumo com base em estimativas.

Como sei se o contador elétrico está avariado?

Em casos excepcionais o contador eléctrico, como qualquer aparelho, pode avariar.
Daí resulta que o consumo de energia elétrica pode não estar a ser bem contado, resultando prejuízos para o cliente ou para o distribuidor e comercializador de luz.
Para constatar  se o contador está avariado, proceda da seguinte forma:

  1. Desligue o interruptor geral do seu quadro de energia elétrica
  2. Passado algum tempo, o contador deve imobilizar-se. Se tal não acontecer o contador pode estar avariado; Neste caso, ou noutro em que suspeite que o seu contador não está a funcionar bem, ligue para a sua comercializadora. Se o seu contador for digital possui um “led” de controlo que não deverá piscar, mantendo-se aceso ou apagado

Como é faturado o consumo elétrico?

Os consumos de energia elétrica são faturados com base na leitura do contador elétrico
Na ausência de leituras reais do contador, são utilizados modelos de estimativa de consumo que garantem uma facturação fiável.
No caso de novos clientes considera-se o consumo padrão de um cliente com a mesma potência contratada e com o mesmo tipo de uso da instalação. Se já for cliente nessa instalação e já tiver uma leitura após a ligação, o cálculo da estimativa é feito com base no histórico de consumos.

O principal módulo de cálculo de estimativa utilizado é o “Perfil de consumo”.

Este método passa pela aplicação, ao consumo médio diário, de uma ponderação (perfil) diária  que tem em conta a sazonalidade dos consumos e o período de tempo a que corresponde a estimativa. Existem vários tipos de perfis consoante a potência contratada e o consumo anual de energia. Os perfis de consumo são aprovados e publicados anualmente pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

 

Quanto custa o kWh da luz?

O preço do kWh varia em função do nível de tensão (Baixa Tensão Normal, Média Tensão, etc.) e em alguns casos do período do dia em que é efetuado.

O que é a taxa de potência elétrica?

A Taxa ou Encargo de potência elétrica é um valor faturado mensalmente que está associado à potência a disponibilizar para cada instalação eléctrica. Consulte o tarifário elétrico  para obter mais informação sobre os valores em causa.

Se tiver dúvidas sobre o valor da minha fatura de luz que devo fazer?

Entrar em contacto o seu comercializador.

Verificando-se a existência de uma anomalia na faturação, a fatura será ajustada e receberá novo documento com o ajuste.

Porque razão a minha fatura de luz é mais elevada nalguns meses?

A principal razão prende-se com as estações do ano.
Se verificar o seu histórico anual de consumos vai reparar que (provavelmente) nos meses de inverno a sua fatura é maior que no verão. As causas para isso são:

  • Sistemas de aquecimento ligados;
  • Menos horas de luz natural por dia
  • Mais tempo passado em casa e mais equipamentos utilizados.

Além destas causas naturais, outras poderão fazer aumentar a fatura:

  • Aquisição de novos equipamentos elétricos;
  • Acerto de estimativa com uma leitura real

Como cálculo o consumo dum equipamento elétrico que tenho em casa?

  1. Identifique a potência (Watt) do equipamento em causa. Normalmente os fabricantes indicam esse valor numa chapa ou etiqueta colocada de lado ou na parte de trás do equipamento. Se não existe essa indicação, mas apenas a intensidade de corrente (Ampere - A) e a tensão (Volt - V) são fornecidos, faça o seguinte cálculo: A X V = Watt (Em Portugal a tensão da rede é de 230V).
  2. Determine o consumo mensal do equipamento, multiplicando os Watts pelo número de horas de utilização mensal do equipamento. Por exemplo, se uma lâmpada fluorescente (36 W) está ligada 8 horas por dia, então por mês estará ligada 240 Horas (8x30 dias). O seu consumo mensal será de: Watts X horas utilização = Watts hora por mês; 36 X 240 = 8 640 Watts.
  3. Determine os Kilowatt hora (kWh) consumidos por mês: Watt hora por mês / 1000 = kWh por mês
    8 640 / 1000 = 8,64 kWh
  4. Finalmente se quiser saber o custo deste consumo basta multiplicar os kWh por € 0,1011 (no caso da tarifa simples). 8,64 kWh X 0,1011 = 0,8735 €
Partilhar no Facebook  Partilhar no Twitter  Partilhar no Google Plus