Está aqui

Quero poupar na luz

Quero poupar luz

Alterar o contrato elétrico é uma maneira de adaptar o fornecimento ás necessidades dos clientes no mercado livre da luz, pois a poupança é evidente e poupar com a conta da luz é uma necessidade primária nos contratos de energia elétrica.

Para melhorar o seu contrato, não hesite em comparar as tarifas elétricas e saber qual deve ser o fornecedor que deve contratar.

Realizar a ligação elétrica

Em primeiro lugar, o cliente deve conhecer se onde quer ter o fornecimento eléctrico existe ou não a possibilidade de tê-lo. Isto é, saber se a instalação eléctrica está feita ou se precisa de alguma reparação ou reforço no ramal. A possibilidade de ter o fornecimento de luz depende da instalação eléctrica.

Após esta verificação, o cliente deverá solicitar a ficha técnica da instalação à EDP Distribuição, em caso de não a ter.

 

Gastar menos eletricidade

São os pequenos gestos do dia-a-dia que fazem a diferença e o ajudam a poupar na energia. Ficará surpreendido que com pequenas alterações na sua rotina poderá reduzir a sua fatura de eletricidade e também contribuir para a sustentabilidade do planeta.

  1. Trocar lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes. Apesar das lâmpadas fluorescentes serem mais caras, elas consomem muito menos electricidade, e em pouco tempo fazem valer a pena.
  2. Regule a temperatura do frigorífico no inverno, ajustando o termostato para evitar desperdício de energia.
  3. Não forre as prateleiras do frigorífico para não exigir esforço redobrado do eletrodoméstico.
  4. Quando viajar, desligue a chave geral da casa para não gastar energia com coisas desnecessárias.
  5. Máquina de lavar roupa e ferro de passar consomem bastante energia. Portanto, tente usá-los quando houver bastante roupa acumulada para realizar o trabalho de uma única vez.
  6. Não deixe a luz acesa desnecessariamente.
  7. Sempre que possível, dê preferência ao micro-ondas em vez do forno ou fogão.
  8. Decida o que vai pegar antes de abrir a porta do frigorífico.
  9. Substitua equipamentos eléctricos antigos por equipamentos novos mais eficientes (classe A, A+, ou A++).
  10. Evite deixar aparelhos eletrónicos em stand-by. Apesar de desligados, esse modo pode representar um gasto mensal de até 12%.

Use energia elétrica de forma eficiente

Para economizar energia use equipamentos elétricos eficientes (classe A, A+ ou A++). Um equipamento de classe G pode consumir três vezes mais energia do que um de classe A.

Substitua todas as lâmpadas incandescentes por lâmpadas economizadoras ou de baixo consumo. Apesar de serem mais caras que as lâmpadas “normais”, consomem 6 vezes menos energia e duram 8 vezes mais.

Reveja a sua potência contratada

Pode contratar uma das seguintes potências:

Potência contratada (kW)

1,15

2,3

3,45

4,6

5,75

6,9

10,35

13,8

17,25

20,7

Qual a potência ideal?

Ao contratar uma potência superior às suas necessidades irá pagar uma fatura mais elevada do que o necessário. Tenha em conta o número e tipo de equipamentos que possui e defina cenários de utilização. Não esqueça que quanto mais intensa for a simultaneidade de uso de equipamentos maior potência terá que contratar e mais terá que pagar.

Tipicamente uma potência de 6,9 kVA é suficiente para cobrir as necessidades de consumo de um agregado familiar.

Mudar a potência da luz contratada é uma boa maneira de poupar. A forma mais rápida de começar a poupar na sua conta de electricidade é diminuir a potência do seu contador. Quanto maior for a potência do contador, mais pagará em termos de valor fixo mensal.

Potência dos contadores

A utilização de sistemas que monitorizem o consumo podem ajudar na escolha da potência adequada

A poupança é tipicamente maior que a conseguida através da tarifa bi-horária, mas exige igualmente um planeamento no consumo eléctrico. Se tem, por exemplo, um contrato de 10,35 kVA, e conseguir reduzir para 6,9 kVA, então conseguirá poupar por mês. Neste momento é possível alterar a potência do contador sem que seja necessário pagar essa alteração. Tal poderá vir a mudar no futuro.

Se o quadro eléctrico de casa vai frequentemente abaixo, então esta não deverá ser uma opção possível. A diminuição da potência contratada significa que não poderá ter consumos elevados em simultâneo. Saber qual é o seu consumo de pico máximo não é tarefa fácil, pelo que a variação da potência contratada poderá ter que resultar de experimentação.

O segredo é programar os consumos elevados de uma forma não simultânea. Ou seja, consumos como fornos elétrico, ferros de passar a ferro, chaleiras, máquinas de lavar louça, aquecedores elétrico, etc., não deverão ser ligados em simultâneo. Com a adoção de uma potência inferior, a tendência será para o disjuntor geral disparar mais frequentemente. Tenha em atenção que daí poderão advir problemas para alguns equipamentos, como por exemplo computadores de secretária. A utilização de sistemas que monitorizem o consumo podem ajudar na escolha da potência adequada.

Verifique qual a tarifa mais adequado aos seus hábitos de consumo elétrico

Se a sua frequência de utilização de grandes eletrodomésticos, como máquinas de lavar roupa e louça, forno ou aquecimento, acontece fundamentalmente no período noturno e fins de semana, a Tarifa Bi-Horária poderá ser a mais adequada para si.

Com um encargo de potência idêntico, esta tarifa obtém ganhos em termos do custo dos consumos de energia, inferiores em cerca de 45%  nas horas de vazio, traduzindo-se numa poupança significativa em relação à tarifa simples.

Evite desperdícios de energia elétrica

  1. Habitue-se a desligar todas as luzes
  2. Desligue todos os aparelhos
  3. Evite deixar equipamentos a carregar
  4. Para aquecer alimentos, escolha o micro-ondas em vez do forno ou fogão
  5. Evite deixar a porta do frigorífico aberta
  6. As máquinas de lavar louça e roupa só devem trabalhar com a sua carga máxima e, se possível, de noite, quando as tarifas de eletricidade são mais econômicas
  7. Reduza o tempo de utilização do aquecimento e ar condicionado
  8. Baixe a temperatura da água quente
Partilhar no Facebook  Partilhar no Twitter  Partilhar no Google Plus