Mudança de titularidade por divórcio

Quando se realiza um divórcio, o cônjuge que se mantém na morada tem que certificar-se que os recibos, tanto de luz como de gás natural virão com o seu nome.

Caso contrário, terá que realizar uma mudança de titularidade no contrato de luz e gás, e assim, eximir de qualquer responsabilidade a outra parte.

Porque devo mudar de titularidade de luz?

Primeiramente, porque o cônjuge que não permanece na morada não tem responsabilidade de pagar nenhuma fatura que se emita se não está a consumir a energia no imóvel e, mais, porque pode cancelar o fornecimento elétrico a qualquer momento.

Esta decisão implicaria ter que ligar a luz à rede elétrica uma vez mais.

Outra das razões para seguir com esse trâmite é porque assim o cônjuge fica isento de qualquer responsabilidade e o que se mantém a viver no imóvel assume todas as obrigações relacionadas com o fornecimento elétrico.

Recomenda-se que o conjugue que já não é mais o titular, realize a mudança, evitando, assim, situações de dívidas associadas ao seu nome.

O que necessito para mudar o titular de um fornecimento elétrico?

Para realizar uma mudança de titular tanto numa fatura de luz, como no recibo do gás, o usuário tem que contactar a comercializadora e facilitar toda a documentação exposta, a seguir:

Mudança de titular da fatura de luz Mudança de titular do recibo do gás
Dados do novo titular Dados do novo titular
Dados do titular passado Dados do titular passado
Endereço exato do imóvel Direção exata do imóvel
Código CPE Código CUI
Conta bancária Conta bancária
Potência elétrica Escalão tarifário

Mude a titularidade do seu contrato e aproveite para pouparAjudamos com a mudança do teu contrato e aproveitamos para encontrar a tarifa de energia que melhor se adapte às suas necessidades. Contacte-nos!
Chamada Gratuita Leve-me ao comparador

Quem pode fazer a mudança de titularidade do contrato?

A mudança de titularidade só pode ser realizada pela pessoa que será responsável pelo fornecimento energético, só podendo atuar como pessoa autorizada um familiar direto do titular e, na maioria dos casos, é preferível que o novo titular da luz faça toda a tramitação.

A mudança só pode ser feita pelo titular - atual detentor dos direitos do imóvel - ou por algum parente autorizado

A pessoa que ponha o nome no contrato de luz e gas tem que solicitar uma fatura para poder facilitar, não apenas os dados do fornecimento - que são imprescindíveis - mas, também os do anterior titular, como mostrado anteriormente.

Quanto custa fazer a mudança de titular elétrico?

Mudar a titularidade da luz e do gás é um trâmite gratuito. Isto implica que nem o novo titular e nem o anterior terão que pagar nenhum valor à comercializadora com que tenham o contrato ou que venham a contratar.

Recordamos sempre que, antes de realizar qualquer mudança, faça uma comparação entre as companhias de luz e gás, já que as tarifas duais estão sempre a mudar e, para realizar uma poupança na fatura, é indicado saber a que mais se adapta às suas condições.

Quanto demora para mudar o titular da luz e do gás natural?

A mudança de titularidade é um serviço rápido, que leva uma média de 5 a 7 dias úteis.

De 5 a 7 dias úteis

É importante saber que, ainda que tenha realizado a mudança, muitas vezes, por conta da faturação anterior, recebe-se a seguinte fatura ainda com o nome do inquilino anterior.

Posso contratar gás e luz na mesma fatura?

Pode. Algumas empresas oferecem o serviço de tarifa dual para domésticos. 

A grande vantagem dessa fatura é a unificação de ambos os serviços numa mesma conta. Ou seja, quando se contratam gás e luz juntos, na sua fatura virá tudo num só documento, facilitando o processo de pagamento e de entendimento das despesas.

Empresas que fornecem contratos duais

O cliente deve comparar as empresas que fornecem gás natural e eletricidade no mercado livre português para conseguir uma maior poupança na fatura deste serviço.

As empresas que contam com as tarifas duais são:

 
210 009 971
Quero que me liguem