Está aqui

Alterar a titularidade de um escritório

Especialmente para negócios que já tiveram outros donos, é altamente recomendável que se realize a alteração da titularidade, evitando, assim, problemas futuros.

Sempre que uma empresa vá estabelecer-se em um novo endereço, é importante analisar cuidadosamente alguns detalhes para que não venha a ter possíveis dores de cabeça por problemas alheios.

Por quê alterar a titularidade da luz?

Sempre que alguém está querendo se estabelecer em algum novo endereço - seja doméstico ou empresarial - é sempre bom saber que, salvo quando são imóveis novos, houveram outros inquilinos nesse mesmo imóvel.

Isso significa que a fatura estará a nome de terceiros e que, consequentemente, os novos inquilinos não serão responsáveis pela faturação futura.

Mudar a titularidade da luz é um processo rápido, gratuito e que trás comodidade ao cliente, já que, a partir do momento que se muda o titular, é possível realizar uma porção de serviços, disponíveis aos clientes do mercado liberalizado da luz. Vejam alguns deles:

  1. Rescisão do contrato da luz
  2. Ligação da luz à rede elétrica
  3. Alteração da potência contratada
  4. Mudança de titularidade
  5. Alteração da tarifa elétrica
  6. Substituição da conta bancária
  7. Mudança de fornecedor elétrico
  8. Alteração da maneira de pagamento

Um dos pontos mais importantes na mudança de titularidade é a segurança de que o novo inquilino não terá que encarregar-se de nenhuma dívida dos moradores passados.

Quando é necessário realizar a alteração da titularidade?

Para realizar o procedimento de mudança é preciso cumprir pelo menos um dos seguintes requisitos:

  • Em caso de novos inquilinos: deve ser mudada a titularidade para evitar problemas com o anterior proprietário;
  • Em caso de separação: a pessoa que fique responsável pela casa será quem deve assumir a responsabilidade de proceder à realização da alteração;
  • Em caso de falecimento do titular: os familiares do mesmo devem proceder à alteração, pois o antigo titular já não terá qualquer tipo de poderes para exercer tal responsabilidade.

Quando verificada uma das situações acima descritas, poderá dar início ao processo de alteração da titularidade da luz e, para tal, terá à sua disponibilidade três vias possíveis:

 Via telefônia: contactando a Lojaluz ou com a própria companhia elétrica

 Via On-line: através do site das companhias, solicitando a alteração de forma fácil e gratuita

 Pessoalmente: Em uma das lojas da empresa pela qual optará pela mudança

Documentos necessários para alterar a titularidade

A documentação necessária para proceder com a mudança é simples e recomenda-se que, ao ligar, possuam todos os documentos em mãos, facilitando o processo.

  1. Cópia do BI e número de contribuinte ou, apenas, cópia Cartão de Cidadão, ambas as opções do novo titular;
  2. Contrato de arrendamento ou escritura;
  3. Potência a contratar (pode-se alterar);
  4. Código CPE.

Comparação entre empresas de luz

A ferramenta mais poderosa do cliente, no mercado livre da luz, é a possibilidade da comparação das empresas de luz. Fazendo esse processo, pode-se ter uma noção de que existem muitas empresas que oferecem melhores tarifas de luz que outras, fazendo com que o cliente tenha um leque grande de possibilidades.

Todas as tarifas disponíveis no mercado livre estão reguladas pela ERSE - Entidade reguladora dos Serviços Energéticos.

A Lojaluz é especialista em comparações do mercado livre, buscando sempre a melhor tarifa e a que mais se adapte às necessidades do cliente, promovendo, assim, uma máxima poupança na tarifa de luz.

Veja, abaixo, como pode-se realizar uma poupança significativa caso venha a escolher o fornecedor com menores preços em suas tarifas. Confira.

No caso a seguir, compararemos as principais empresas de luz do mercado, todas com tarifas Simples e potência contratada de 10,35 kVA:

*Faturação eletrônica

Altere a potência elétrica do seu escritório

A potência de um escritório será diretamente proporcional ao consumo da empresa. Ou seja, quanto maior o consumo, maior terá que ser a potência. Para facilitar o entendimento, vamos, primeiro, saber o que significam os termos propostos nas suas faturas de luz:

Termo fixo (€/dia): É um valor fixo que sempre pagará em sua conta de luz, independentemente do consumo. Seu valor está relacionado à potência contratada, que é a quantidade contratada de luz que poderá utilizar ao mesmo tempo. Caso o cliente perceba que seu disjuntor apaga quando faz uso de muitos aparelhos, é aconselhável que altere a potência elétrica contratada.

Termo de consumo (€/kWh): Geralmente representa a maior parte de uma conta de luz e é, de fato, o preço do kWh da luz consumido, ou seja, é referente ao valor que vai pagar pelo volume consumido.

Geralmente, quando falamos em escritórios de pequeno e médio porte, as potências contratadas são as seguintes:

10,35

13,8

17,25

20,7

Simule as despesas elétricas do seu escritório

Para que o empreendedor entenda, em números, como pode ser grande a diferença entre cada empresa de luz, a Lojaluz preparou um simulador de despesas elétricas, tendo como base a média nacional de consumo.

No caso a seguir, colocaremos como exemplo um escritório onde trabalhem entre 15 e 20 pessoas trabalhando durante oito horas diárias e cinco dias na semana, com uma tarifa Simples e 13,8 de potência contratada. Veja os resultados.

Tarifa simples com potência 13,8 kVA
Empresa Termo fixo (€/Dia) Termo de energia (€/kWh) Total mensal Total anual

EDP COMERCIAL Casa(sem débito)

0,5700 0,1586 492.90€ 5.914,80€

ENDESA (tarifa luz domésticos)

0,5493 0,1632 506.07€ 6.072,94€

GALP (plano base)

0,5770 0,1592 494.91€ 5.938,92€

LUZBOA

0,5182 0,1508 467.94€ 5.615,35€

IBERDROLA (plano básico casa)

0,6211 0,1663 517.53€ 6.210,39€

YLCE*

0,4936 0,1471 456.10€ 5.473,29€

Só é válida para subscrições e faturação eletrônica*

Como podemos ver, a poupança que se pode fazer ao escolher uma outra companhia supera os dígitos de dezena, com uma diferença de 737.09€ anuais ou 61.42€ mensais.

Empresas disponíveis no mercado livre da luz

Atualmente, existem várias empresas disponíveis, onde o cliente pode decidir qual mais se adapta às suas condições. É recomendável que, depois de todos os estudos, se o cliente não estiver satisfeito com o resultado da sua companhia, realize uma mudança de companhia de luz (veja o vídeo abaixo e saiba como proceder com a mudança).

 

Cada cliente poderá mudar de empresa até quatro vezes a cada 12 meses.

Veja a lista das empresas disponíveis no mercado livre da luz:

  1. Iberdrola
  2. EDP Comercial
  3. Galp Energia
  4. ENAT
  5. Goldenergy
  6. YLCE
  7. AUDAX
  8. LUZBOA
  9. Energia Simples
  10. Endesa

Dicas para poupar na luz do seu escritório

Depois de todos os estudos, cabe, agora, a nós mesmos a adaptar nossas rotinas à atitudes que reduzam as despesas do escritório. Veja uma pequena lista que podem fazer com que o seu escritório tenha uma poupança significativa no fim do mês.

  • 8 dicas para poupar na eletricidade de sua empresa
  • Um equipamento de ar-condicionado desregulado pode consumir até 20% a mais. Por isso, faça a limpeza periódica dos filtros e da abertura de ar.
  • Ao usar ar-condicionado, mantenha sempre portas e janelas fechadas.
  • Verifique se as tomadas estão aquecendo. Além de perdas de energia, o fenómeno pode indicar riscos de choque elétrico e incêndio.
  • A iluminação costuma representar de 10% a 15% do gasto total de eletricidade. Escolha lâmpadas económicas.
  • Instale sensores de movimento em corredores e salas de banho para evitar que a luz fique acesa de forma desnecessária.
  • Evite pintar paredes com cores escuras, elas exigem mais iluminação e refrigeração.
  • Não deixe equipamentos no modo stand-by. Desligue-os.
  • Se a porta dos frigoríficos está abrindo facilmente, ou se estão acumulando gelo, troque as borrachas das portas – frouxas, elas geram perdas de energia que podem chegar a 30%. Também procure manter os aparelhos a pelo menos 10 cm de distância das paredes.
Partilhar no Facebook  Partilhar no Twitter  Partilhar no Google Plus