Está aqui

Despesas de luz para um salão de beleza

Despesas luz salão beleza

Desde a ligação da luz até a potência contratada, o dono de um negócio deve prestar atenção em todos os detalhes relacionados com a eletricidade do seu empreendimento.

A Lojaluz é especialista no mercado energético de Portugal e oferece suporte gratuito para qualquer situação relacionada à energia do seu negócio. Não hesite em contactar-nos e comece a poupar na sua fatura de luz o mais rápido possível.

Adira ao mercado liberalizado da luz

Com a abertura do mercado da luz, desde 2006 o consumidor português pode realizar uma série de gestões que com o mercado regulado não era possível. Sendo assim, a Lojaluz preparou uma lista com as principais vantagens do mercado livre. Observe:

  1. Mais opções: no mercado livre, tem mais opções de fornecedores e de tarifas de luz. Desta forma, são muitas as opções de serviço contratado, e fica mais fácil para o cliente encontrar uma que lhe agrade.
  2. Dinamismo: o mercado livre é mais dinâmico, nele podem sempre aparecer tarifas e descontos melhores.
  3. Liberdade: o cliente é livre para mudar de companhia de luz elétrica quando quiser! E este processo é gratuito.
  4. Preços: graças à concorrência do mercado livre, o cliente pode poupar na fatura de luz com os preços mais baixos.

O que se deve ter em conta antes de abrir um salão de beleza

Alguns pontos são vitais para poder realizar um planejamento de qualidade para a luz do seu salão de beleza. Esses pontos podem fazer com que se gaste muito menos ou, se feito de maneira incorreta, exceder seu orçamento.

Quando estamos organizando uma empresa necessitamos saber de algumas particularidades para, então, poder começar com o planejamento. Vejam os principais pontos:

  • Tamanho do negócio
  • Horário de funcionamento
  • Quantidade de aparelhos elétricos e eletrônicos
  • Tempo de uso dos aparelhos
  • Número de trabalhadores

Qual a melhor tarifa para um salão de beleza?

Atualmente, existem várias tarifas de luz disponíveis no mercado. A melhor tarifa elétrica que se possa escolher é aquela onde mais se possa poupar, ainda que tenha muito consumo.

As tarifas mais conhecidas são as simples - já que podemos calcular facilmente a despesa mensal do imóvel - contudo, nem sempre é a mais vantajosa. Com a abertura do mercado, agora o consumidor pode escolher entre várias tarifas e entre elas estão as tarifas horárias, que podem ser de três maneiras:

  • Tarifa simples: É a tarifa mais comum e mais fácil de se estimar uma fatura já que os preços dos termos nunca mudam, no entanto, muitas vezes são mais caras que as outras tarifas.
  • Tarifa bi-horária: Essa tarifa já vem ganhando notoriedade, ultimamente. Basicamente, aqui, o dia é dividido em duas partes: Dentro e fora de vazio, onde a economia pode ser vista quando se consuma mais nas horas dentro de vazio.
  • Tarifa Tri-horária: É uma tarifa mais complexa, já que necessitaríamos de uma grande organização horária para poder poupar. Aqui, o dia é dividido em três partes e também se modificam as horas quando entramos no horário de verão.

Especialmente para os empresários do ramo hoteleiro, as novas tarifas duais são, especialmente, bastante interessantes, já que pode-se agregar luz e gás numa mesma fatura.

Existe uma potência ideal para um salão de beleza?

A potência elétrica contratada é um fator muito importante na hora de se fazer o planejamento, já que é uma quantia fixa mensal e é independente de quanto se gaste no consumo.

É importante que, antes de mostrar as potências mais comuns contratadas por um salão de beleza, o consumidor entenda quais são os termos utilizados numa fatura de luz, para que possa ter uma noção do que está sendo cobrado no fim do mês.

Termo fixo (€/dia): É um valor fixo que sempre pagará em sua conta de luz, independentemente do consumo. Seu valor está relacionado à potência contratada, que é a quantidade contratada de luz que poderá utilizar ao mesmo tempo. Caso o cliente perceba que seu disjuntor apaga quando faz uso de muitos aparelhos, é aconselhável que altere a potência elétrica contratada.

Termo de consumo (€/kWh): Geralmente representa a maior parte de uma conta de luz e é, de fato, o preço do kWh da luz consumido, ou seja, é referente ao valor que vai pagar pelo volume consumido.

Uma vez familiarizado com os termos elétricos, vejamos quais são as potências mais usadas para pequenas e médias empresas:

10,35

13,8

17,25

20,7

 

Entenda um pouco sobre a tensão elétrica

Quando decidir contratar uma potência, deverá ter em atenção que esta tem um de três níveis. Poderá contratar:

Baixa Tensão: Potências contratadas iguais ou inferiores a 45 kVA e potência mínima contratada de 1,15 kVA. Este tipo é aconselhável para clientes residenciais, lojas, escritórios e pequenas empresas. BTN (Baixa Tensão Normal para potências <41.4 kVA) e BTE (Baixa Tensão Especial para potências entre 41.4 kVA e 45 kVA).

Média Tensão: tensão entre fases cujo valor eficaz é superior a 1kV e igual ou inferior a 45kV. Estas potências são específicas para indústrias.

Alta Tensão: Tensão entre fases cujo valor eficaz é superior a 45KW e igual ou inferior a 110KW e a potência contratada é igual ou superior a 6MW. O uso desta potência destina-se à indústria siderúrgica, grandes hospitais, indústria da celulose, indústria de plásticos, indústria de adubos, serviços energéticos, etc.

Simule as despesas elétricas para um salão de beleza

Fazendo uma boa simulação das despesas elétricas do seu salão de beleza, estará utilizando outra ferramenta importante para preparar-se ante as possíveis despesas. Para isso, a Lojaluz preparou um estudo realizado entre as principais empresas do mercado livre português.

Abaixo, observe os resultados obtidos de uma simulação entre as companhias de luz, com tarifação simples e 10,35 kVA de potência contratada. Nesse caso, pusemos como base um salão de beleza com aproximadamente 4 e 6 pessoas trabalhando 10 horas por dia, durante 6 dias na semana.

Os resultados foram esse:

Tarifa simples com potência 10,35 kVA
Empresa Termo fixo (€/Dia) Termo de energia (€/Dia) Total mensal Total anual

EDP COMERCIAL Casa(sem débito)

0,4273 0,1570 295.41€ 3.545,02€

ENDESA (tarifa luz domésticos)

0,4160 0,1632 306.24€ 3.674,88€

GALP(plano base)

0,4370 0,1592 299.67€ 3.593,04€

LUZBOA

0,3924 0,1508 283.18€ 3.398,18€

IBERDROLA(plano básico casa)

0,4703 0,1647 310.56€ 3.726,82€

YLCE*

0,3702 0,1471 275.88€ 3.310,63€

Só é válida para subscrições e faturação eletrônica*

Como podemos ver, a poupança que se pode fazer ao escolher uma outra companhia supera os dígitos de dezena, com uma diferença de 416.18€ anuais ou 34.60€ mensais.

Compare as empresas de luz

Provavelmente, a ferramenta mais importante que o consumidor possui no mercado liberalizado é a possibilidade de comparar as empresas e suas respectivas tarifas.

Não importa qual seja o seu fornecedor de luz, a qualidade sempre será a mesma e de responsabilidade da EDP Distribuição.

É normal que nos centremos nos fatores financeiros na hora de comparar, mas existem outros pontos igual de importantes e que não podem ser medidos, porém, devem ser levados em consideração antes de celebrar um contrato de luz com alguma empresa. Vejam quais são os principais pontos:

  • A transparência do serviço
  • A qualidade do atendimento aos clientes
  • A disposição colaboradora da companhia
  • A variedade de tarifas elétricas
  • A adaptação ao cliente do fornecimento
  • A facilidade de gestão da eletricidade

Para que a comparação seja completa, veja como são distintas, ainda que com contratos similares, os preços pagos pelo consumidor em várias empresas.

 

Posso mudar de companhia de luz?

Caso veja que está pagando mais que em outra empresa, deve proceder com a mudança o mais rápido possível. Cada cliente pode mudar de empresa de luz até quatro vezes em 12 meses. O mais importante é estar sempre atento ao mercado e verificar o que há de novo e se há alguma promoção onde sua empresa, nesse caso, o seu salão de beleza, se encaixe.

A Lojaluz conta com uma equipa completa de profissionais capacitados, dispostos a ajudar com qualquer dúvida que tenha sobre a luz e o gás do seu negócio. Contacte-nos e comece a poupar o mais rápido possível.

Confira o vídeo produzido pela Lojaluz, onde explica passo a passo como proceder com a mudança de companhia de luz.

 

Dicas para poupar com a luz do seu negócio

Assim como temos que estar atento com a potência elétrica, tarifas, etc. é muito importante que estejamos tão engajados quanto, na hora de fazer a nossa parte, para, assim, economizar cada vez mais.

Confira alguns pontos importantes que podem reduzir sensivelmente suas despesas:

  • 8 dicas para poupar na eletricidade de sua empresa
  • Um equipamento de ar-condicionado desregulado pode consumir até 20% a mais. Por isso, faça a limpeza periódica dos filtros e da abertura de ar.
  • Ao usar ar-condicionado, mantenha sempre portas e janelas fechadas.
  • Verifique se as tomadas estão aquecendo. Além de perdas de energia, o fenómeno pode indicar riscos de choque elétrico e incêndio.
  • A iluminação costuma representar de 10% a 15% do gasto total de eletricidade. Escolha lâmpadas económicas.
  • Instale sensores de movimento em corredores e salas de banho para evitar que a luz fique acesa de forma desnecessária.
  • Evite pintar paredes com cores escuras, elas exigem mais iluminação e refrigeração.
  • Não deixe equipamentos no modo stand-by. Desligue-os.
  • Se a porta dos frigoríficos está abrindo facilmente, ou se estão acumulando gelo, troque as borrachas das portas – frouxas, elas geram perdas de energia que podem chegar a 30%. Também procure manter os aparelhos a pelo menos 10 cm de distância das paredes.
Partilhar no Facebook  Partilhar no Twitter  Partilhar no Google Plus