Está aqui

Mudar para o mercado livre do gás e eletricidade

mudar mercado livre gás e eletricidade

O ano de 2006 marcou o aparecimento do mercado livre, em Portugal. Como tal, os clientes de luz e gás passaram a ter a possibilidade de escolher qual a companhia que querem contratar e escolher qual a melhor tarifa face às suas necessidades.

Não hesite em proceder à mudança do mercado regulado para o mercado livre e em escolher uma tarifa dual. Estas são conhecidas por uma grande poupança na fatura. Em caso de dúvidas, recorra à nossa ajuda, LojaLuz, somos especialistas no mercado livre.

Alterações ou contratações?Todas as gestões num só lugar. Auxiliamos gratuitamente!!
Chamada Gratuita Leve-me ao comparador

Posso mudar de comercializador de gás e luz?

O cliente pode mudar de comercializador de eletricidade e gás natural sempre que quiser, com o fim de poupar nas despesas mensais. Estas despesas são inevitáveis, mas podem ser reduzidas com a nossa ajuda.

É obrigatório mudar já ao mercado livre?

Até 2020, os clientes têm de mudar o seu contrato de eletricidade ou gás do mercado regulado para o mercado livre. Ao mudar para este mercado estará a poupar na sua fatura, pois poderá escolher uma companhia e tarifa que melhor se adaptem às suas necessidades.

Para proceder à mudança deverá comparar as ofertas das diferentes companhias e escolher uma que melhor se adapte às suas necessidades.

Aderir a uma tarifa de gás e luz

Aderir a uma tarifa dual é um conselho para aqueles clientes que queiram poupar

Aderir a uma tarifa dual é essencial para aqueles clientes que queiram poupar mais na conta da luz e gás.Estes dois serviços estarão expressos na sua fatura, como tarifas de gás e luz únicas.

Nem todas as companhias publicam tarifas duais, mas as que têm oferecem as tarifas mais baixas. Juntar os dois serviços é sempre mais económico.

Apresentamos o caso de um doméstico, em Lisboa com o escalão 2 de consumo do gás, opção Simples na luz e potência elétrica de 5,75 kVA:

 

Como mudar de fornecedor de gás e luz?

O cliente, após a comparação de tarifas de gás e luz e das diferentes companhias, deve escolher aquela que seja detentora da melhor tarifa dual e deve celebrar o contrato de gás e luz. Poderá fazê-lo por meio do nosso call center ou diretamente com a companhia, dirigindo-se a uma loja da mesma. Em qualquer um dos casos, deverá apresentar os seguintes documentos:

  1. Cartão de Cidadão;
  2. Contrato de arrendamento ou escritura;
  3. Potência a contratar (alterável);
  4. Código CPE
  5. Dados da morada da instalação.
  6. Dados de Pagamento: pagamento por débito direto ou pagamento por multibanco. 

Alterar o contrato de energia no mercado livre

O cliente pode alterar o seu contrato de energia sempre que quiser e sem qualquer custo associado. Pode mudar a potência contratada, se a que tem não é suficiente ou precisa de reduzir a potência para conseguir poupar. Ao mesmo tempo que muda a potência, poderá solicitar a mudança de fornecedor elétrico, ou se tiver uma tarifa dual, pode mudar de companhia de gás e luz.

Escolha bem a sua opção, mas saiba que a qualidade do fornecimento nunca vai mudar, pois é responsabilidade da distribuidora de energia, independente da comercializadora. Por isso, pode mudar de fornecedor e de tarifa de luz sempre que quiser.

  1. Mudar a tarifa do contrato da luz e gás;
  2. Alterar o fornecedor elétrico e gás natural;
  3. Alterar a titularidade do contrato da luz e gás;
  4. Mudar a potência elétrica;
  5. Mudar condições do contrato do gás e da luz (faturação electrónica e pagamento).
Partilhar no Facebook  Partilhar no Twitter  Partilhar no Google Plus